sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Chifon de chocolate recheado

Confesso que aqui por casa são muito poucas as sobremesas que se fazem. 
Mas nem sempre foi assim.
Foi em tenra idade, ainda eu tinha que me meter em cima da cadeira para chegar decentemente à mesa, que comecei a agarrar-me aos tachos e panelas. Lembro-me de gostar de ajudar a mãe na cozinha...mas pessoal...não era em tudo! Nada disso! É que em casa dos meus pais sempre se fizeram muitos bolinhos caseiros...e era mesmo ai que eu entrava. Era mesmo aí que gostava de ajudar! Lembro-me da mãe me delegar a tarefa de barrar a forma e polvilhar com a farinha. A massa a mãe tratava...dizia ser difícil separar os ovos e terem que ser bem batidos e por isso esse era trabalho seu. Ora, o tempo foi passando e comecei a não achar piada à parte das mãos gordurosas depois da forma barrada. Lentamente lá fui convencendo a mãe de que era eu quem devia fazer a massa do bolo! Hoje não restam dúvidas sobre quem faz o quê! hahaha
Portanto, com isto já podem perceber que desde cedo fazer bolos tornou-se fácil fácil! E que no meu livro de receitas há tantas daquelas  infalíveis, deliciosas...mas não saudáveis.
No dia-a-dia são as receitas equilibradas e saudáveis que prevalecem e são tantas as vezes que mesmo as sobremesas não fogem ao tema. Mas...volta e meia e em dias especiais lá sai uma receita com açúcar e farinha refinada. Que é o caso desta! 
Mas é óptima e por isso decidi partilhá-la com vocês!
As fotografias não são as melhores...fiz o bolo em modo corrida para um jantar de última hora...não restou portanto grande tempo para fotografar.





Ingredientes

♥ Para o bolo
1 + 3/4 de chávena de açúcar
2 chávenas de farinha para bolos
3 colheres de chá de fermento
2 colheres de sopa de óleo de côco
1/2 chávena de cacau em pó
3/4 chávena de água quente
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de sopa de vinagre de sidra

♥ Para a calda de chocolate
200ml de natas vegetais (usei de aveia)
100 a 200ml de leite vegetal (usei de amêndoa)
100g de chocolate preto com 70% cacau e sem adição de açúcar

Manteiga para barrar e farinha para polvilhar a forma






Preparação

♥ Comece por barrar uma forma grande, com buraco, com manteiga e polvilhá-la com farinha. Pré aqueça o forno a 180ºC enquanto vai tratar da massa.

♥ Para a massa, comece por colocar numa forma o açúcar e separar as gemas das claras, colocando as claras num recipiente à parte e as gemas onde colocou o açúcar. Bata muito bem as claras em castelo.

♥ Ao recipiente onde colocou as gemas com o açúcar junte já o óleo de côco e a mistura do cacau dissolvido em água quente. Bata agora tudo com a batedeira. Nesta fase se achar que está muito liquida a massa, opte já por juntar 1 chávena de farinha. Bata agora tudo muito bem.

♥ Junte à mistura a outra chávena de farinha e o fermento. Bata mais um pouco. Entretanto junte o bicarbonato de sódio e por cima do bicarbonato coloque o vinagre - ocorrerá imediatamente uma reacção de efervescência. Não se assuste é normal e irá conferir uma textura mais fofa ao bolo. Envolva tudo imediatamente, com um salazar.

♥ Finalmente junte as claras batidas em castelo e volte a envolver com o salazar (sem bater com a batedeira, pois se o fizer perderá o efeito de ter batido as claras em castelo).

♥ Verta a massa na forma e leve ao forno. O tempo que estará no forno varia, no entanto, este é um bolo grande e certamente que levará pelo menos 50minutos a cozer. Faça o teste do palito para ver se se encontra cozido e retire do forno quando estiver.

♥ Entretanto prepare o recheio do bolo! Muito simples! Num tacho coloque o chocolate em tablete partido em cubos e junte as natas e o leite. Leve ao lume, mexendo sempre e sem deixar que cole ao fundo. Ajuste a quantidade de leite vegetal de acordo com a textura que pretender para o recheio. Quando obtiver uma mistura homogénea retire do lume.

♥ Agora parta o bolo em três camadas (como vê nas fotografias) e recheie com o chocolate. Finalmente, por cima cubra também com chocolate e polvilhe com açúcar em pó (ou mel de arroz em pó). Decore ao seu gosto. E muito bom apetite.






Sem comentários:

Publicar um comentário