domingo, 31 de dezembro de 2017

Carta a 2018



Meu querido 2018. Esta carta é para ti!
O 2017 está a meter-se a jeito de se por a andar e é em ti, ano que vem, que estou a depositar aqueles sonhos grandes e desejos bons de se trazerem no coração.
Compreendes a dimensão disto? É grande (gigante mesmo!) e por isso espero que me leves muito a sério.

Ora o tempo de natal e das prendas já passou, eu sei! Mas mesmo assim gostava muito de te pedir, naquela utopia em que às vezes sabe bem viver...uma vacina para as doenças más que levam pessoas boas. Estás a ver como é? É que fiquei sem um alguém que amava profundamente e acho que podias ser fofinho e proteger aqueles que amo e que me rodeiam!
Achas que estou a pedir muito? Podes tentar, não é?

Mas tenho mais coisas para te pedir. Deixas-me? Prometo que te vou propor agora umas coisinhas mais acessíveis.
Quero tempo. Tempo para mim, tempo para os meus, tempo para sorrisos, beijos na testa (de quem cuida), abraços que embalam, momentos e instantes que chegam ao coração e que deixam a saudade e o bichinho do quero mais, muito mais!
Quero alegrias das grandes e das pequenas, quero surpresas da vida, dos meus, das boas!
Quero aventuras, desafios, conquistas.
Quero tempo para escrever no teu livro que por agora vem cheio de páginas em branco mas te garanto que o vou encher com todo o melhor que sei fazer! Vai ficar bonito, vais ver!

E se achas que só te estou a pedir que me dês sem nada receber!? Talvez sim. Um bocadinho! Não me importo que um dia por outro fique com páginas a preto e branco! Já aprendi que nem sempre se consegue pintar a cores. :) Temos acordo?

E pronto 2018, por agora ficamos assim! Se depois lá para a frente me lembrar de mais alguma coisa mando-te um  mail (é mais rápido), pode ser?
Se precisares de alguma coisa sabes onde me encontrar.


Um beijo na testa.
Com amor.

Joana Lobato



sábado, 30 de dezembro de 2017

Riviera Maia |México| - Parte 3

Meus amores, com o fim do ano a chegar trago-vos o fim da foto-reportagem do México - Riviera Maya.
Opá e devo confessar-vos que ver estas fotos por estes dias dão assim uma saudadinha e uma vontade de voltar para lá.
E as fotos de hoje ficaram lindíssimas ou não fossem os dois parques naturais que por lá visitei espectaculares. 

Comecei por ir ao Xel-Ha. E aqui não estive muito tempo para pena minha. Se puderem passem lá um dia completo, vale muito muito a pena. Tal como o Xcaret (o outro parque que visitei) tem várias actividades desportivas náuticas e umas maravilhosas piscinas naturais para desfrutar (vejam as fotos que estão aqui em baixo). A diferença é que o Xel-Ha tem mais paisagem natural..é como se o parque estivesse com a natureza mais em bruto e o Xcaret é assim mais turístico, quase como se fosse um jardim zoológico mais tropical e com alguns espectáculos. Perdoem-me se não partilham da mesma opinião mas de facto foi a sensação com que fiquei.

Se tivesse que escolher qual visitar?
Os dois sem dúvida!:p Sou da opinião que não sei quando volto e portanto gosto de aproveitar o sítio o mais possível dentro do razoável. Os dois parques são diferentes mas valem muito muito o dia despendido para cada um


- Xel-Ha -


sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Riviera Maia |México| - Parte 2

Bem e como prometido aqui vem mais uma parte da foto-reportagem da viagem ao México (encontram a Parte I aqui e a Parte III vem já a seguir).

Hoje as fotos são maioritariamente das excursões do 1º e 2º dia, sendo que deixo as fotos dos parques -Xcaret e Xel-Ha (que eram maravilhosos! :O) para a parte III.


- Tulum -
É um local arqueológico, antiga cidade Maia, no estado de Quintana Roo, rodeada por uma espessa muralha protectora, muralha esta que lhe dá precisamente o nome em língua Maia (Tulum = Barreira/Parede).
A vista da cidade é avassaladora...é que está totalmente voltada para o mar das Caraíbas que é dono de um azul maravilhoso, daqueles que sonhamos para a viagem paradisíaca (dir-vos-ia que as fotografias falam por si).
Tulum é o terceiro sítio arqueológico do México mais visitado, depois de Teotihuacan e Chichén Itza.




segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Riviera Maia |México| - Parte 1

Fui ao México - Riviera Maia. E já foi em Setembro, ali nas alturas dos furacões.

E agora perguntam-me assim: só agora as fotografias? A verdade é que aparte de outras ocupações que não me deixam tanto tempo livre, também tirei imensas fotos o que depois para as seleccionar dá um trabalho que nem vos ocorre.

Nos próximos dias vão desfilar por aqui fotos em 3 foto-reportagens do tão bom que foi esta viagem!

Íamos quase a meio de Setembro quando 3 miúdas - eu, a Cláudia e a Luísa - companheiras de viagem e todas tão diferentes no que fazemos diariamente :), embarcaram em voo charter directo para Cancun. A viagem há muito que se falava. Fomos por agência - Eristravel - (a minha primeira viagem por agência), 8 dias com estadia pensão completa e viagens com transfer incluído.

Na preparação pouco tivemos que ter em conta:
- Passaporte actualizado
- Algum dinheiro em Euros (mais ou menos de acordo com o que pensavamos gastar em extras). A moeda no México é o peso mexicano mas facilmente aceitam que o pagamento seja feito em Euros. Tenham em conta que vos dão sempre o troco na moeda mexicana (mesmo em sítios muito turísticos), daí que seja importante levarem o dinheiro em notas ou moedas de mais baixo valor para irem pagando aqui e ali. Em relação aos cambios...há alguns sitio por lá onde os podem fazer, sendo que recomendo trocar um pequeno valor e o resto ir pagando em euros quando der.
- Dinheiro para a taxa de saída do país (40€, já não me lembro bem, mas acho que é isso).
- Adaptador de carregador de telemóvel/ tablet (de referir que lá a potencia contratada é muito mais baixa do que aqui e portanto o vosso telemóvel, tablet, secador...vai demorar o dobro do tento a carregar/funcionar.
- O habitual de qualquer outra viagem com muitos bikinis, roupa confortável, ténis, chinelos, maquina fotográfica... 

Do outro lado do oceano, após 10 horas de viagem esperava-nos um sitio lindo, paradisíaco completamente. À chegada, já de noite, um calor abafado fazia-se sentir... tão típico daqueles lados.

A estadia foi no Catalonia Yucatan Beach, um resort cheio de animação, musica, desporto, jogos, actividades de lazer e dividido entre as muitas piscinas e toda uma praia privada para os que ali se alojam. 


- A praia -



domingo, 24 de dezembro de 2017

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

"Arroz" de cenoura da mãe

Com os excessos que se avizinham por estes dias fazer uma escolha mais consciente e saudável do menu pode ajudar. E claro que para a maioria, nem falo em eliminar o vosso bacalhau ou polvo da mesa ou o cabrito ou peru tão típicos desta época natalícia. Mas e se escolhessem um bom acompanhamento, mais saudável, equilibrado, super cheio de sabor (daquele mesmo bom, acreditem em mim!) que sem dúvida vos irá ajudar na digestão que fica mais difícil por estas alturas!? 
Que vos parece? Temos acordo?
Ora a minha proposta é um arroz de cenoura sem arroz! Intrigados? É que é feito com couve flor. E aos que já estão a dizer que não gostam desta couve...a sério experimentem! A minha mãe faz tanta vez esta receita quando recebemos convidados e é sempre um sucesso! :D
As fotos...podiam estar mais apelativas! Confesso que o da mãe fica mais bonito que o meu! :P




quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Faz-se o natal cá dentro ♥

Vejo doentes [quase] todos os dias. 
Quando me entram pergunto-lhes: "então sr/a Maria/António (...) como é que está?", a resposta sai-lhes rápida com aquela velocidade de quem já a tem como certa: "Vai-se andando!" - dizem-me eles.

E confesso que este "vai-se andando" me mete muita comichão. Decidi que não o queria adoptar para mim! Dá aquele ar de quem vai sobrevivendo em vez de viver. E eu não quero assim.
Decidi que tinha que ser feliz e focar-me nos dias bons. Há já um tempo que trago esta verdade comigo.

E não, não é tão fácil como parece! Não é tão simples assim. Às vezes falho nesse compromisso. Mas então escrevo na agenda, aponto na minha memória, estampo num rosto que se espelha no bem. 

E o dia-a-dia que corre encarrega-se de me dar aquela bofetada de "coisas boas acontecem" que me lembra o quão abençoada sou pela família linda que tenho.

O quão abençoada sou pelas pessoas boas com quem trabalho, pelos amigos de agora ou mais de outros tempos que me lembram o quanto nos transportamos nos nossos corações.
O quão abençoada sou por ter a sorte de viver numa casa ao meu jeito e poder fazer as minhas escolhas e traçar o meu caminho. De respirar este compromisso de viver em paz e serenamente comigo e com os que me rodeiam. 

Ai...acho que é natal por aqui!:D


A todos um feliz natal! 
Vivam-no com todo o quentinho e aconchego que ele merece.



E enquanto isso encham a vossa casa de coisas bonitas que combinem com o que transportam em vocês todos os dias. 
Deixo-vos uma sugestão:




sábado, 9 de dezembro de 2017

Mousse de abacate e chocolate

Há algumas versões de mousses de chocolate saudáveis e algumas já vos falei aqui:
- Com tofu sedoso 
- Com batata doce (que vos falei que tinha comido agora quando estive na Tasca Fit)
- Com abacate...e é mesmo desta que vamos falar hoje.

O abacate sendo rico em gorduras saturadas (as boas!), inclusive ómega 3, é útil na manutenção do colesterol em valores adequados, dificultando a formação da placa aterosclerótica e facilitando a circulação.
Para além disso, pelo seu elevado conteúdo de vitaminas e antioxidantes torna-se um bom hidratante da pele e pelo e um aliado na prevenção do cancro.
Bons motivos para o termos nas nossas cozinhas, verdade?

Ora esta mousse de abacate e chocolate muito fácil de fazer - só têm que ter um liquidificador ou um robot de cozinha multifunção tipo bimby - torna-se uma sobremesa muito saudável. 




quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Tasca FIT |Por ai a encher a barriga de coisas boas|

Estive numas mini-férias (daquelas bem serenas, mais por casa, nas proximidades) e com isto vieram umas saídas  para almoçar/jantar fora. Ora nisto, decidimos ir a um dos restaurantes saudáveis de Lisboa que já me andava debaixo de olho havia uns tempos.


Já conhecem?
Fica em  Lisboa, para os lados do Saldanha, mesmo ao lado do FitnessHut.
O Lema? Comer bem, saudável e com muito sabor. Eu confirmo!

Fomos num sábado, eram umas 14h quando chegámos. Mal chegámos depará-mo-nos com uma bela (e cute) decoração de natal. Logo ali não resisti a umas quantas fotos! :P
A decoração do espaço está simples mas de bom gosto... recorda-me alguns dos muitos cafés pelos quais fui passando quando fui a Varsóvia.